quinta-feira, 10 de maio de 2007

O começo.

Tento expressar minhas idéias de uma forma não tão comum... Tentando fazer com que vocês – leitores - não compreendam aquilo que digo. Não que seja esta uma forma abrupta de conseguir tocar a matéria invisível que lhes é aderente, e sim, porque através do incompreendido é que se compreende o mundo.. E lembrar que melhor do que entender é sentir, apenas sentir...


3 comentários:

Bruno Monteiro disse...

Ja esta nos meu Favoritos ;)

Change ~ disse...

gostei,
simples e bem escrito!

vou vir aqui frequentemente!


=)

Bruno Miranda disse...

Compreenda a complexidade do "nada" e faça parte do mundo como ele realmente é.

Abraços, Nando.